1 comentário

Petraglia, “queremos título”! por Robson Izzy Rock

Robson Izzy Rock 1Petraglia, “queremos título”! por Robson Izzy Rock

Como é comum ler nas redes as súplicas da torcida do Atlético por títulos.
“Queremos títulos”!
“Queremos já”!

Mas qual torcida não quer títulos?

Querer é uma coisa, conseguir é outra.

Ainda mais quando o clube passa por um desenvolvimento de sua estrutura fora de campo como a que ocorre com o Furacão.

O grande problema é que a torcida se impacienta e acaba colocando em prova todo um trabalho que pode significar no futuro uma riqueza dos tão sonhados títulos.

Mas qual torcida não quer títulos?

Vamos verificar a escassez por qual passou o Atlético-MG, o Cruzeiro o Internacional-RS que ao priorizarem o avanço em suas estruturas como clubes viveram jejuns de títulos.

Vou mais além, até mesmo o esplêndido Real Madrid viveu essa fase recentemente, teve que se reestruturar e as cobranças tornaram-se corriqueiras.

A torcida muitas vezes não quer saber de estrutura, mas é a estrutura do clube que propícia à grandeza do mesmo e luta ano após ano por títulos.

Vejamos o caso do Atlético Paranaense, um clube de grande torcida, mas que não tem recursos justos oriundos das receitas de tv e tão pouco tem um quadro associativo de condizente com seu tamanho e se comparados a outros clubes com investimento milionário veremos que nosso quadro de sócios é pífio.

E como montar um time sem dinheiro?

Venda de jogadores!

E para isso o clube investe pesado nas categorias de base, transformando promessas em talentos internacionais para venda aos clubes do exterior.

Mas não pense que só porque o clube adquiriu uma boa verba com venda de seus craques que poderá em um curto prazo de tempo gastar esse dinheiro em um time milionário recheado de estrelas. O dinheiro pode durar pouco e o resultado pode não ser o esperado e então, mais anos na “seca”.

Tudo que se refere a dinheiro deve ser bem planejado e Petraglia sempre soube disso, não a toa transformou um clube pobre e endividado em um dos mais ricos das Américas.

Em meio a toda essa confusão de “Queremos time”, não podemos esquecer que o Atlético tem seus custos por toda a estrutura desenvolvida e necessita gerar cada vez mais receitas.

Tenho a plena fé que Mario Celso Petraglia está fazendo o óbvio e o que qualquer grande administrador faria, vamos primeiramente sanar as pendências anteriores oriundas das realizações, ou seja, você constrói, mas também tem que pagar; nada se ganha ou vem de graça, principalmente para o Atlético.

E quanto a um time competitivo?

Creio que para isso há um tempo certo.

Sabiamente Petraglia conseguiu iniciar os primeiros passos da “Liga” e benefícios virão por esse passo imenso dado, tanto financeiramente quanto em nível de competitividade que proporcionará embates frequentes com clubes grandes e fortalecerá o clube de uma forma geral.

Através da Primeira Liga, o furacão poderá testar jogadores e o nível de futebol que estará apresentando para pensar mais forte nas competições nacionais e internacionais que almeja títulos.

E quanto ao dinheiro?

Creio que o ideal é acumular “caixa” e na hora certa idealizar e “construir” um time imbatível, para varrer o cenário nacional como um Furacão e encher a sala de troféus.

Também tenho meus anseios por títulos, meu coração vermelho e preto não aguenta mais a espera, mas minha “razão” rubro negra diz que algo gigantesco e de valor incomensurável está por vir, como aconteceu em 2001, onde quase nenhum Atleticano imaginava no inicio daquele ano que poderíamos ser campeões brasileiros e fomos com louvor.

Ou ainda, voltando um pouco mais no tempo, o título da Seletiva da Libertadores sobre o Cruzeiro em uma jornada fantástica, conquistada por jogadores que alguns meses antes foram tachados de mercenários e vistos por impressa e torcida como fracos demais para vestirem a camisa do Atlético. O resultado além daquele título fantástico que merecia uma estrela na camisa foi a disputa da primeira Libertadores da história do clube e uma campanha maravilhosa de encher os olhos de nossa torcida.

Tudo ocorreu no tempo, da maneira certa e foi apoteótico e glorioso.

Sinto o gosto daquelas conquistas bem como das seguintes, mas aquelas foram especiais, pois, como hoje, muitos criticavam e colocavam em dúvida o trabalho do nosso presidente que acabou sendo eficaz e correto.

Com Petraglia, em um futuro próximo, uma nova estrela virá.

Há algum tempo ela vem rondando nosso escudo, não demorará a se juntar com as outras.

 

Anúncios

Um comentário em “Petraglia, “queremos título”! por Robson Izzy Rock

  1. Por favor, Poodles… não se iludam… votem na oposição…
    Tudo dinovo, por favor… queremos Vcs dinovo junto conosco…
    Na bacia das almas da administração com chuteiras sem travas, subindo o morro da garcia…
    Acompanharei esperançoso pela vitória…

    Um Coxa que torce muito…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s