1 comentário

Como Coisa de Soldado! por Ivan Monteiro.

Ivan MonteiroCOMO COISA DE SOLDADO

Estou rebuscando comentários aos meus textos e encontro em “História Rubro-Negra” o inevitável “Desculpe a pergunta Ivan Monteiro, mas em quem você vota?”, identificado por amiga que definitivamente não deveria ter essa dúvida. Essa a pergunta cada vez mais frequente, tenho deixado a dúvida pairar sobre o meu voto, vamos acabar logo com o dilema na cabeça dos meus leitores.

E vamos acabar já no segundo parágrafo. Sou conselheiro do Atlético. Na minha cabeça primitiva, aquela dos juramentos de sangue, do tudo pela pátria, para virar oposição meu primeiro passo seria pedir afastamento do conselho, deixar claro o porquê do meu ato, só então trocar de bandeira, sujeitar-me a nova liderança. Se isso não fiz, meu voto é Petraglia. Pronto. Podia parar por aqui.

Mas ainda tenho que explicar a aparente incoerência dos meus textos com a clara opção que faço. Acontece que a mesma cabeça primitiva foi acostumada aos longos trabalhos de estado-maior, à discussão dos temas à exaustão, a colocação dos pontos de vista sem medos, para que os detentores do poder da decisão pudessem escolher a melhor linha de ação, sabedores de todos os aspectos positivos e negativos que dela advirão. No meu caso opinar, mostrar evidências, o que penso é simplesmente um dever de formação. Visa o melhor.

Explicados esses dois aspectos fundamentais, devo ir mais além. Nos quatro anos de conselho pude acompanhar o duro trabalho realizado para a construção da Arena. Ninguém pense que foi fácil, exigiu uma barbaridade, houve momentos em que o barco esteve para naufragar, balançou, pererecou e chegou ao porto de forma triunfante. É óbvio que a robustez do trabalho de Petraglia conduziu a esse destino. É inegável. Que ninguém venha a desconsiderar esse fato, achá-lo menor. Quando à frente da Arena magnífica se observa uma praça que a prefeitura não consegue terminar, com todos os seus poderes, tem-se materializada nitidamente a capacidade de realização de Petraglia, a sorte que tivemos em tê-lo à frente do Atlético em momento tão importante.

Ultrapassando limites, digo que nada me fascina na principal chapa de oposição. Um empresário do esporte que largou companheiros em meio ao caminho, raposa num galinheiro de luxo, um jogador que virou alemão em meio à sua história, olha de novo a minha cabeça primitiva atuando, enfim, uma camisa difícil de vestir.

Por isso tudo amigos, meu voto é CAP Gigante. É bom deixar claro que declarando meu voto não ganho um segundo da simpatia de Petraglia, um tostão cai na minha conta, não tenho direito a entrar no CT sem pedir permissão, adentrar na arena sem pagar meu boleto. Simples, honesto, de coração, como coisa de soldado.

Anúncios

Um comentário em “Como Coisa de Soldado! por Ivan Monteiro.

  1. APOIO TOTALMENTE SEU COMENTARIO IVAN POIS NÃO E O SUPERFICIAL MAS O CONTEUDO REAL DOQUE ACONTECE.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s