Deixe um comentário

TESTEMUNHO !! por Halisson Roberto

“O lado materno da minha família é verde, sendo eu o primeiro neto homem, verde me caracterizaram. Meu pai como bom rubro-negro, teve paciência e sabedoria. E bastou um jogo, num 15 de maio em 83, onde 67.391 pessoas se amontoaram dentro da casa dos ervilhas, pra minha vida mudar.

O 2×0 não bastou, não nos deixou seguir a diante, mas pra mim, aquele jogo fez a diferença, dali sai com o meu primeiro manto rubro-negro, e me recordo bem que por muito tempo aquela camisa esteve comigo, não desgrudava, aquela camisa de fio, com tarjas largas, ainda na horizontal, em vermelho, e em preto, duraram bastante, assim como a lembrança, mesmo que com 5 anos, daquela festa.

Daquele mundaréu de gente cantando, vibrando. Aquela energia me fez rubro negro. Aquela camisa, aquele momento na companhia do meu pai foram marcantes, e me fizeram sentir que  aquela camisa, que a Camisa rubro negra só se veste por amor, mesmo! ”
Halisson Roberto (Torcedor Atleticano)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s