Deixe um comentário

28º Círculo de História Atleticana contou com a participação de Alfredo Gottardi Junior

32401_13831508670_thumb-5-3O ex-zagueiro Alfredo Gottardi Junior foi o convidado do 28º Círculo de História Atleticana, que ocorreu na noite da última terça-feira (29), em evento realizado em São José dos Pinhais, com o apoio da Embaixada CAPGIGANTE do local.

Alfredo é filho do lendário goleiro atleticano Caju e conta como isso influenciou em sua carreira como jogador. “Sempre relembro que meus tios, primos e praticamente toda família jogaram no Atlético. Então, eu sabia que viraria jogador também. Mas tinha que ser inteligente, pois se eu fosse jogar no gol, seria comparado sempre ao meu pai”, diz, explicando como virou zagueiro. “Comecei como ponta esquerda. Em 1969, em uma partida contra o Água Verde, na Vila Guaíra, joguei como volante. Porém, aos 10 minutos de jogo, o Tião se machucou e fui no lugar dele na zaga. Assim começou minha carreira como zagueiro”, recorda.
Campeão Paranaense em 1970 e com mais de 10 anos de carreira no Furacão, Alfredo sempre foi conhecido por sua classe dentro de campo, a facilidade em sair jogando e desarmes sem violência. O segredo? Muito treino. “Dizem que quando você nasce com um dom, está predestinado para aquilo, mas sempre é possível melhorar e aperfeiçoar. Eu treinava muito domínio de bola, cabeçadas e saídas de jogo. Quando terminava o treino, ficava até escurecer fazendo mais alguns fundamentos”.
Da época em que atuou para os dias de hoje o futebol mudou bastante e o ex-jogador também agradeceu ao presidente do Conselho Administrativo do CAP, Mario Celso Petraglia, pela transformação iniciada em 1995. “O Atlético está com esta grande projeção hoje graças ao presidente, que demoliu a Baixada e fez uma Arena. Agora fazendo uma nova ainda melhor. Coisa que poucos teriam coragem de fazer”.
Satisfação
E a felicidade de participar do evento não foi somente do convidado, mas também de quem recebeu o Círculo. “Foi muito legal, muito bom ver os atleticanos reunidos em torno da história do nosso time e receber o Alfredo, um zagueiro de qualidade e que tive a oportunidade de ver jogar ao vivo”, disse o conselheiro Carlos Berti, que utilizou o salão de eventos de seu condomínio para o encontro.
Para o Embaixador CAPGIGANTE de São José dos Pinhais, Rogério Bassa, mais uma vez a torcida rubro-negra sai fortalecida com o evento. “Fizemos a festa de aniversário do Clube em março, agora apoiamos o Círculo de História Atleticana. Tudo isso amplia os horizontes para a grande torcida atleticana aqui na cidade e também mostra a importância de preservarmos a nossa história”.
Organizado por Milene Szaikowski, o 28º Círculo de História Atleticana foi considerado um sucesso. “Vieram muitos torcedores que participaram pela primeira vez e viram como funciona, o quão enriquecedor é ouvir os contos do Alfredo, que já participou outras vezes do Círculo e sempre tem boas e novas histórias para contar”.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s