Deixe um comentário

CAP empata com o Bahia e agora se prepara para a Semifinal da Copa do Brasil

32365_13829052260_thumb-5-3

O Atlético Paranaense encarou o sol forte e os quase 30ºC da tarde de Salvador para trazer a  Curitiba mais um ponto, que mantém o time na briga por um lugar na Copa Libertadores da América do ano que vem. Com o 1 a 1 deste domingo (27) diante do Bahia, na Arena Fonte Nova, o Rubro-Negro chegou aos 52 pontos ganhos e termina a 31ª rodada do Campeonato Brasileiro 2013 na quarta colocação. Obina abriu o placar para o time da casa. Ederson empatou para os atleticanos, que agora voltam as atenções para outra competição.

Único time paranaense a seguir na Copa do Brasil, o CAP recebe nesta quarta-feira (30) o Grêmio, pelo jogo de ida da Semifinal deste torneio. Partida que começa às 21h50 na Vila Capanema. Já o próximo duelo pelo Brasileirão é no domingo (3), contra o Internacional, na Arena Joinville, em Santa Catarina.

O jogo

Marcar o adversário já no campo de ataque foi uma das escolhas do Furacão para o início da partida. Estratégia que deu certo, já que o time atleticano terminou a primeira etapa na liderança dos desarmes (11 a 6) e via os baianos com dificuldades na saída de jogo. Quando detinha a posse de bola, era pelo lado direito que o CAP criava a maioria das oportunidades.

Aos seis minutos, após cobrança de escanteio da direita feita por João Paulo, Luiz Alberto cabeceou rente ao ângulo esquerdo do gol de Marcelo Lomba, do Bahia. Três minutos depois, Everton resolveu arriscar pela esquerda e cruzou para Fran Mérida. Sem espaço para bater, o espanhol tocou para Ederson, na marca do pênalti. O chute rasteiro passou próximo à trave direita do time da casa, que teve a principal oportunidade aos 20 minutos. Aqui, destaque para o goleiro Weverton. No chute colocado de Rafael Miranda, ele espalmou para a linha de fundo. Na cobrança de escanteio, Obina cabeceou no contrapé do arqueiro paranaense, que mesmo assim foi buscar e evitou o gol certo dos anfitriões.

Ainda na primeira etapa, o Atlético ficou sem Bruno Silva. Depois de fazer falta no campo de ataque, o rubro-negro foi abordado por Lucas Fonseca, do time adversário, que simulou uma agressão. Próximo ao lance, o árbitro Francisco Carlos do Nascimento expulsou o atleticano. O assistente Carlos Jorge Titara da Rocha também invalidou incorretamente, aos 35 minutos, a jogada em que Guilherme Dellatorre recebeu passe de Fran Mérida e, na frente de Lomba, já havia dominado a bola e se preparava para finalizar. A zaga do Bahia dava condição ao lance.

Logo a um minuto da etapa final, o Tricolor aproveitou a vantagem no número de jogadores para abrir o placar. Anderson Talisca recebeu no meio de campo e lançou Obina que, livre na frente de Weverton, só tocou por cobertura para marcar: Bahia 1 a 0. A resposta do Furacão veio 11 minutos depois, com Ederson. Após jogada de Dellatorre pela direita, o camisa 77 antecipou o zagueiro e completou para o gol – 16º gol dele no campeonato, artilheiro isolado do BR-2013.

Mesmo com um jogador a menos, os comandados do técnico Vagner Mancini conseguiram suportar as investidas do Bahia, que levou perigo com Willian Barbio, aos 13 e aos 17 minutos. A vantagem baiana no número de atletas em campo durou até os 34 minutos, quando Helder tentou agredir o volante João Paulo e também foi expulso. Cinco minutos mais tarde, Atlético no ataque. Everton tentou chute da entrada da grande área, mas sem sucesso. Aos 42 minutos, Ciro – que entrou no segundo tempo – fez jogada individual pela direita e obrigou Marcelo Lomba a salvar os anfitriões da virada, que não veio. Placar final: 1 a 1.

Ficha técnica:

27 de outubro de 2013, domingo

BAHIA 1 x 1 ATLÉTICO PARANAENSE

31ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2013

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador

Início: 16h (Horário de Brasília)

Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento (Fifa/AL)

Assistentes: Carlos Jorge Titara da Rocha (AL) e Cristhian Passos Sorence (GO)

Cartões amarelos: Juninho (CAP), aos 4min do 1ºT; Madson (BAH), aos 45min do 1ºT; Obina (BAH), aos 36min do 2°T.

Cartões vermelhos: Bruno Silva (CAP), aos 37min do 1ºT; Helder (BAH), aos 34min do 2ºT.

Gols: Obina, a 1min do 2ºT (1×0); Ederson, aos 12min do 2ºT (1×1).

BAHIA

Marcelo Lomba; Madson (Fabrício Lusa, no intervalo), Lucas Fonseca, Demerson e Raul (Wangler, aos 29min do 2ºT); Feijão, Rafael Miranda e Helder, Marquinhos Gabriel (Anderson Talisca, no intervalo), Willian Barbio e Obina.

Técnico: Cristóvão Borges

ATLÉTICO PARANAENSE

Weverton; Jonas, Dráusio, Luiz Alberto e Juninho; João Paulo, Bruno Silva, Fran Mérida (Zezinho, aos 17min do 2ºT) e Everton; Guilherme Dellatorre (Ciro, aos 21min do 2ºT) e Ederson (Deivid, aos 32min do 2ºT);

Técnico: Vagner Mancini

Foto: Bruno Baggio / Site Oficial

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s