5 Comentários

Torcida: Temos muito a evoluir no interior do Paraná.

via www.regenciacoletiva.com

PARA QUAIS TIMES DE FUTEBOL TORCEM OS CASCAVELENSES E O QUE A COLONIZAÇÃO TEM A VER COM ISSO?

Por Ian Lucena
O oeste do Paraná, região do estado que faz fronteira com o Paraguai e a Argentina, estava do lado espanhol do Tratado das Tordesilhas e posteriormente, antes do século XIX, foi ocupada por não-brasileiros. Considerada área estratégica e de tardia colonização, o oeste do PR sofreu vários estímulos para a ocupação brasileira e a forçosa residência de colonos; a BR 277, mais importante estrada do estado – que liga Foz do Iguaçu a Paranaguá -, também já foi apelidada de estratégica pela sua função de integração regional. Na mesma toada, o governo do Getúlio Vargas, nacionalista, deu vazão às práticas de migração para regiões fronteiriças e ajudou a compor socialmente o oeste do Paraná com população de vários lugares, principalmente do estado de São Paulo. Outras forças colonizadoras, como a MARIPÁ, assim conhecida, trataram de dividir e organizar os terrenos rurais de parte do oeste paranaense e oferecer a colonos gaúchos, maioria descendente alemão, que vieram viver em municípios como Marechal Cândido Rondon, Nova Santa Rosa, Missal, Pato Bragado e, obviamente, Maripá – município com nome em homenagem à colonizadora. O período da ditadura militar, por sua vez, criou outro ciclo de migração e desenvolvimento econômico do oeste do Paraná – onde a maior hidrelétrica do Brasil foi instalada nesse momento, a Itaipu – agregando mais movimentações humanas horizontais e atraindo emigrantes paulistas.Como toda força histórica, o movimento colonizador e os pormenores da ocupação taxaram o comportamento e a cultura regional, como pode ser observado empiricamente pelos moradores. Mais da história da ocupação pode ser encontrada aqui, aqui, aqui e aqui.E o que o futebol tem a ver com isso? Tudo!É comum observar o desprezo pelos times paranaenses em vista do grande afeto pelos times de outros estados, notadamente São Paulo e Rio Grande do Sul. Cascavel, que é entroncamento rodoviário e antigamente conhecida como Encruzilhada, situada no oeste do PR, é uma cidade com 300 mil habitantes, diversas faculdades e crescimento populacional notável. Além de ser a cidade que vivo, possuo nela um instituto de pesquisas chamado DataSonda Pesquisas, do qual vou retirar todos os dados acerca dos times de futebol que são torcidos em Cascavel e região. Vamos lá:Embora empiricamente pareça que Grêmio e Internacional serão os times com mais torcedores devido à colonização gaúcha, Cascavel tem muito mais de São Paulo, uma vez que 16,25% das pessoas torcem para o Corinthians. Em seguida, aparecem Flamengo com 9,75%, Palmeiras com 9,25%, São Paulo com 9,25%, Santos com 7,5%. Não é à toa que dos primeiros cinco times, quatro são paulistas. O Grêmio, por sua vez, aparece depois dos santistas, com apenas 5,50% da população cascavelense. A quantidade de colorados é quase igual à dos gremistas, 5% de Cascavel prefere o time gaúcho. Os times paranaenses, e só agora que eles vêm!, que tem certa importância no mainstream nacional – Atlético-PR e Coritiba – quase não têm força no maior município do oeste do Paraná: 0,25% das pessoas escolheram o Atlético como time preferido e o Coritiba não pontuou. As pessoas que não têm preferência por nenhum time de futebol representam 36,00% dos cascavelenses. A margem de erro para essa pesquisa é de 4,1 pontos percentuais para mais ou para menos e os dados são de 2010. Segue gráfico:

O município de Marechal Cândido Rondon, tradicional reduto gaúcho-alemão, apresenta índices muito diferentes. Em pesquisa realizada no mesmo período, o Grêmio e o Internacional decolam. Segue gráfico:

Novamente, o desprezo pelos times paranaenses é óbvio: o Coritiba não pontuou novamente e o Atlético-PR tem 0,50% torcedores em Marechal C. Rondon.
Guaíra, local de missões jesuíticas espanholas, fronteira com o Paraguai e cidade notável no oeste do Paraná, teve uma ocupação parecida com a ocupação cascavelense. Logo, as torcidas são semelhantes. Segue gráfico:
A presença de torcida gaúcha (Grêmio e Internacional) é ainda menor em Guaíra, uma vez que não houve uma sistemática colonização de gaúchos na região.
Para comparação desses municípios da região oeste, que têm forte influência de dois estados brasileiros, segue um gráfico da região noroeste do Paraná, cuja ocupação deu-se muito mais pelos paulistas e sul mato-grossenses.
Percebe-se nesse último gráfico que os quatro primeiros lugares são times paulistas, representando 59,38% da população do noroeste paranaense. O Internacional e o Grêmio têm atuações parecidas com a dos times paranaenses, mal contabilizam 0,5%.Ademais, as pessoas que não têm preferência por nenhum time variam pouco: de 30% em Marechal C. Rondon a 38% em Guaíra. Todas essas pesquisas foram realizadas em 2010 com pessoas acima de 16 anos do município estudado, sendo abrangidas área rural e área urbana.
_____________________________________________________________
MAIS DADOS SOBRE CASCAVEL
O comportamento entre homens e mulheres quanto ao time brasileiro que torcem:
O comportamento entre as faixas etárias quanto ao time brasileiro que torcem (clique na imagem para ver melhor):

O comportamento entre as regiões geográficas Centro, Bairros Centrais e Bairros Periféricos (clique na imagem para ver melhor). Espero que esse gráfico faça com que o preconceito contra quem torce para o Corinthians seja marginal acabe!

Essa temática, embora pareça pouco profunda, pode trazer muitos indícios sociológicos. Como pode ser visto nos gráficos acima, os mais velhos são aqueles que menos torcem, os mais novos são os que mais torcem para o Corinthians, e a quantidade de mulheres que não têm time de futebol é quase 50%.
Ah, só para constar: eu torço para o Atlético-PR.
Anúncios

5 comentários em “Torcida: Temos muito a evoluir no interior do Paraná.

  1. bom dia… gostei muito da pesquisa… afinal nós daqui da capital e região metropolitana nao sabíamos a real desculpa para tantos times de SP…mas fazer o que se a nossa cupula do futebol nao faz nada pra mudar…. …saudações rubro negras……

    Curtir

  2. Se você passar em pequenos municípios do Oeste como São José das Palmeiras, Vera Cruz do Oeste e Ramilandia vai ver que torcem em sua maioria para times paulistas.
    Se fizer a pesquisa em municipios de origens germanicas e italianas, como Pato Bragado, Quatro Pontes, Entre Rios do Oeste, Missal e Itaipulândia verá grande número de torcedores da dupla grenal. Aqui em Entre Rios do Oeste 4.000 habitantes certa de 60 a 70 % torcem para Grêmio ou Inter e o estante para Corinthians, Palmeiras, Flamengo…

    Curtir

  3. Conheço apenas 2 coxas e 1 rubro-negro paranaense e olha que estudo Marechal C. Rondon e conheço muita gente.

    Curtir

  4. Acredito que um dos problemas não seja somente a colonização, mas também o contato do clube no estado, no RS por exemplo se vc analizar vai ver que a dupla grenal em 10 anos passou em uma porrada de cidades jogando o gauchão, agora eu pergunto quando Coxa ou Atlético vem para o oeste do PR? Lá de vez em quando jogar com o Cascavel e o TCW, quando não estão na segundona. além disso tem sim a questão dos títulos olha o currículo da dupla grenal contra a atletiba.
    Grenal – 2 Mundiais, 4 Libertadores, 1 Sul-Americana, 3 Recopas, 5 Brasileiros, 5 Copas do Brasil. + 1 Copa do Brasil do Juventude.
    Atletiba – 2 Brasileiros

    *Brasileiros de Série A
    Paulistas e Cariocas nem vou contar.

    Curtir

  5. Gostaria Muito que a maioria dos paranaenses torcessem pelos times daqui, mas está difícil, aí o Coxa perde duas Copas do Brasil a fio. Sou Gremista mas torço pelo Paraná Clube também outro que não sai mais da segundona, ate´aposentei a camisa.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s